Já dizia o ditado: Tudo que vai, volta.

Meus queridos e minhas queridas que prestigiam o HAT TRICK, como diria um jornalista esportivo atualmente fora dos holofotes, “Parem as máquinas!”.

O sentido que quero dar a esta expressão tão usada por Roberto Avallone serve apenas pra chamar a atenção de vocês já que na verdade, ao que a prática promete, o certo seria dizer “acelerem as máquinas!”. Isso porque como dizia o ditado: tudo que vai, volta.  Talvez nem todos saibam mas, Michael Schumacher, aquele mesmo, heptacampeão de F1, detentor dos principais recordes na F1,que se aposentou no final de 2006, está de volta. Ele foi e voltou.

Depois do tenso GP da Hungria realizado na semana passada, a surpresa agora foi bem positiva. Pelo menos ao meu ver! O Schumacher será o substituto de Massa até que ele tenha plenas condições de voltar. Embora em seus vários anos de carreira ele tenha colecionado, além dos vários recordes, muitos desafetos, muitos momentos polêmicos e muita representação anticarismática, no fim de sua carreira participou de muitas ações sociais, momentos beneficentes e se mostrou muito solidário após o acidente do Massinha.  Ele fez questão de deixar claro que sua volta dá-se apenas pela grande consideração a amizade que tem por Felipe e pela eterna gratidão a Ferrari. Schumacher ainda está longe de ser unanimidade como pessoa, mas acredito que ele já foi bem pior. O fato é que a expectativa do mundo todo é enorme!

As Ironias.
Pouca gente se lembra mas Felipe Massa foi o último companheiro de equipe de Schumacher, ao suceder Barrichello na Ferrari. Agora vejam que ironia: um dos motivos que fez Schumacher largar as pistas foi proporcionar indiretamente a Felipe Massa a possibilidade de garantir seu lugar no time. Sabendo da eminente aposentadoria do alemão, a Ferrari buscava um piloto com potencial de campeão e a grande sensação do momento na ocasião era Kimi Raikkonen. Tanto é que, por indicação do próprio Schumacher, acabou o contratando. Agora a coisa se inverteu: com o acidente, Massa cede seu lugar ao alemão mesmo que temporariamente! Querem outra coincidência? Meu irmão Rafael relembrou que em julho de 1999 Schumacher sofreu um acidente e foi substituido por Mika Salo na Ferrari e agora, em julho de 2009, ele substituirá Massa por conta de um acidente. Isso é no mínimo intrigante!

O Desafio
O primeiro a lançar a idéia e a apontar Schumacher como o melhor substituto, praticamente ignorando a existência dos pilotos de testes da Ferrari, Marc Gené e Luca Badoer, foi o velho tricampeão Niki Lauda.  Logo de cara o empresário de Schumacher (Willi Webber) rebateu dizendo que não haveria a menor sombra de fio de cabelo de possibilidade disso acontecer. Em dois dias a coisa mudou completamente e o alemão topou, declarando ser este um grande desafio a ser enfrentado aos 40 anos de idade. Vale dizer que ele nunca piloto este carro da Ferrari, que é bem diferente dos de sua época, e desconhece completamente o traçado do GP de Valência, que é a próxima etapa. Este circuito é novo, teve sua estréia na F1 no ano passado.

E agora?
Embora tenha se aposentado no final de 2006, ele chegou a ser piloto de teste da equipe em 2007 e chegou a pilotar em alguns momentos em 2008. Acredito que muita gente adorou a novidade, outros nem tanto, mas uma coisa é fato: a expectativa está no ar e Schumacher está ávido por encarar este desafio. Será que o alemão ainda tem lenha pra queimar? E se ela andar bem, o que será dos demais? Será que ele corre o risco de dar um grande vexame? Será que existe a possibilidade de ouvirmos de novo no podium o hino alemão seguido pelo hino italiano? Daqui a três semanas teremos as respostas e, enquanto isso, Schumacher manda bala em sua preparação física.

Abaixo alguns casos relativamente recentes de campeões que voltaram depois de declarar aposentadoria da F1:

PROST copyAlain Prost se aposentou da categoria no final da temporada de 1991 mas, convidado pela Willians, tornou-se o piloto número 1 em 1993,  já que a equipe perdia seu então campeão, Nigel Mansell, para a Indy.

MANSELL copyNigel Mansell se retirou da F1 no fim de 1992 após ser campeão mas, com a morte de Senna em 1994, fez algumas corridas pela Willians em seu lugar. Em 1995 fez algumas corridas pela MacLaren mas a idade e o desgaste físico pesaram e ele pendurou o volante de vez.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Já dizia o ditado: Tudo que vai, volta.

  1. SCHUMACHER… A vida é realmente uma caixinha de surpresas!!!

    Aposentando-se em 2006, ficando na Ferrari apenas como consultor, diante um fato inesperado, ele está de volta, alegando sua eterna gratidão à Ferrari, prepara-se para o GP Europeu. Ele diz que não liga muito para números, recordes, mas no GP de Ímola, em 2006, ficou muito emocionado por ter batido a marca que faltava, a de Pole position, que foi conquistada por Senna… Será que nesse momento foi HUMANO? Sempre muito polêmico, ganhou a fama de “pouco correto”, aquele que sempre quis obter vantagens em tudo… Jogando carro sobre o colega para tirá-lo da pista, desrespeitos às regras… Será que nesse momento foi VIGARISTA? Michael é motivado, ama o que faz, perfeito perfeccionista, primeiro a chegar e último a sair dos boxes, ajustando seu carro… Será que nesse momento é um OBSTINADO? E antes de tomar a decisão de se aposentar, sem fazer isso antes de ter consultado sua família… Será que nesse momento foi um verdadeiro HOMEM DE FAMÍLIA? Em 2003, horas depois do falecimento da própria mãe, ele decidiu disputar o GP de Ímola, mostrando frieza e autocontrole dentro do cockpit… Será que nesse momento mostrou-se ser totalmente FRIO? Se como profisional mostra-se completamente frio e calculista, fora das pistas ele dá um show como ser humano, participando de eventos solidários… Será que nesse momento ele é um BENFEITOR? Mais interessante de tudo são suas imposições dentro da Ferrari, assim que foi contratado pela escuderia, forçou demissões e solicitou contratações… Será que nesse momento ele é um ONIPOTENTE?

    Bom, diante esses traços fortes de sua personalidade, ele está de volta!!!

    Tenhamos a certeza de que acompanharemos um GP digno de fazer história e momentos eletrizantes, que venha dia 23 de agosto de 2009.

  2. guschafer disse:

    Não sou um entusiasta do Schumacher, acho o “piloto genial” uma farsa… mas…!!! Antes ele do que alguém ainda em produção!
    abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s