Entre os dominantes.

O Brasil é o segundo maior país vencedor na F1 e nunca deixou de ter pelo menos um piloto na categoria depois da entrada de Emerson. Só que há alguns anos não tinhamos tantos representantes oficiais de uma vez só quanto teremos em 2010; serão 4 brasileiros! A última vez que a F1 teve 4 pilotos brasileiros oficiais (e não substitutos) foi em 2001, quando os caras eram Rubinho, Luciano Burti, Tarso Marques e Enrique Bernoldi.

Pro ano que vem os postulantes a título, vitórias, pódiuns, pontos ou permanência na F1 serão:

Rubens Barrichello:

O mais veterano dos veteranos. Ao final de 2010 completará 18 anos de F1, algo jamais imaginado. Competirá pela super campeã WILLIAMS e tenham a certeza de que vai andar bem.

 

 

 


Felipe Massa:

Esse aí vem “com sangue nos olhos”. Já mostrou estar totalmente recuperado do acidente da Hungria, já ganhou 2 corridas de kart neste final de ano e ta louco pra pilotar pela Ferrari novamente. Não tenho dúvidas que será postulante a título, já que dificilmente a Ferrari irá fazer um carro ruim novamente. 2010 será seu quinto ano pela SCUDERIA FERRARI, igualando assim a passagem de Rubinho por lá.

 

 


Lucas di Grassi:

É um cara muito talentoso, veloz e constante. Só acho que precisa estar bem preparado psicologicamente. Andou durante 3 anos na GP2 (categoria de acesso a F1) e foi muito bem no geral. No final de 2008 fez testes pela Branw Gp (que ainda era Honda) e quase garantiu uma vaga na F1 ao disputar um lugar contra Bruno Senna (substituiria Rubinho). Durante 2 anos foi piloto de teste da Renault e chegou a fazer sombra ao péssimo desempenho de Nelsinho, mas agora vai debutar na F1 correndo pela estreante MANOR-VIRGIN.  Segundo alguns, esta é a equipe novata mais bem preparada. É esperar pra ver!

 

 

  


Bruno Senna:

O sobrenome é de tremer qualquer base, não? Bruno é sobrinho de Ayrton. Ele é um piloto que não competiu de kart profissionalmente mas que chegou a F1 com muitos méritos, embora possa parecer algo impensável e contradiório. Fez duas temporadas na Gp2 com muitos altos e alguns baixos. Como em 2009 ficou sem vaga na F1, competiu na LMS (Le Mans Series), caros que são um misto de fórmula com monopostos e foi muito bem. Em 2010 vai correr pela estrande espanhola CAMPOS. Tenho certeza que pela maturidade, inteligência e DNA vitoriso vai se dar muito bem em seu ano de estréia. Vai lá e detone, Senna!

Reparem na semelhança física com o tio. É de arrepiar:

Na minha opinião tudo isso é formidável e tudo será muito novo e empolgante na F1, não apenas pelas mudanças técnicas que já mencionei por aqui, mas também pela chegada de novos pilotos e entrada de novas equipes. Além de tudo, até a pontuação vai mudar, embora na prática não muito. Se simularmos os dois últimos campeonatos com este novo sistema de pontos, o campeão teria sido o mesmo. Ainda acho que estão dando pouco valor ao primeiro lugar, mas assim preferem. Pra vocês entenderem como ficou, mostro aqui:

Em 2009 era assim:
1 – 10 pontos
2 –    8 pontos
3 –    6 pontos
4 –    5 pontos
5 –    4 pontos
6 –    3 pontos
7-     2 pontos
8 –     1 pontos
9 –     0 pontos
10 –     0 pontos

Em 2010 será assim:
1 –   25 pontos
2 –   20 pontos
3 –    15 pontos
4 –    10 pontos
5 –      8 pontos
6 –      7 pontos
7 –     5 pontos
8 –     3 pontos
9 –     2 pontos
10 –     1 pontos

Eita nóis, viu! Essa temporada que não chega nunca, meu Deus…   😉

 

Felipe Massa, o desbravador de campeões.

Sinceramente eu não entendo muitos torcedores brasileiros. Bastou a Ferrari anunciar Alonso pra 2010 e já tem gente achando que é o fim de Massa, que já perdeu, que não vai aguentar, etc. Pessoal, calma lá! Respeito opiniões, mas a precipitação é fatal. Acho que neste caso há muito mais a favor do que contra. E eu estou falando de fatos. Vamos a alguns:

– Em 2004 Massa guiava pela Sauber e seu companheiro era nada mais nada menos que um dos caras mais detestados na época; Jacques Vilenueve. Massa estava apenas no 2º ano de sua carreira como piloto titular e já enfrentava um campeão do mundo com todas as suas regalias. Massa se saiu tão bem que seu desempenho garantiu uma vaga na Ferrari em 2006, além de praticamente desempregar Vilenueve por falta de performance

– Em 2006, já na Ferrari, Massa enfrentou quem? Pois é, Michael Schumacher. Foi tão bem que em certas ocasiões superou o alemão. Isso lhe rendeu a confiança da Ferrari, que renovou seu contrato e assim “aposentou” o super alemão

– Em 2007 seu novo companheiro de equipe era a maior sensação do momento e um grande campeão em potencial; Kimi Raikonnen

– O ano de 2008 tinha tudo pra ser derradeiro pro Massinha. Kimi era o campeão, primeiro piloto na equipe e substituto de Schumacher. E o que aconteceu? Levou uma bucha do Massa, que só não ganhou o campeonato aqui no Brasil por todos os fatos que já conhecemos, especialmente pelos vários erros da Ferrari e pela lamentável trapaça do Nelsinho

Pois bem. Vocês ainda têm dúvida se Massa está pronto pra encarar Alonso? Será que todos estes anos de Ferrari e de experiência na F1 não vão ajudar Massa na hora das disputas? Medo de campeões ele provou não ter, vontade de correr é o que não falta e o poder de superação é infindável. Basta olhar o retorno de Massa no kart. Em três corridas ele ganhou duas, sendo uma delas as 500 milhas da Granja Viana, que rolou semana passada, onde ele guiou por cerca de 6 horas.

Certamente não será nada fácil pro Massa, mas podem apostar que não será nada fácil pro Alonso também. A disputa vai ser apertada e muitas coisas serão postas à prova.

Tenho confiança em Massa e acho que ele está no auge, embora Alonso seja o melhor piloto da F1 desde que Schumacher saiu. Que venha logo 2010!      😉