A regra do jogo ou o jogo sem regra?

Muito bem, pessoal!

Agora é oficial. Na F1 removeram de vez a cláusula no regulamento que falava sobre a possibilidade de punição aos times e pilotos que praticassem o jogo de equipe em favorecimento próprio e detrimento do esporte.

Como é característico da democracia, houve pontos de vista diferentes sobre o assunto entre o pessoal que compõe o paddock, e neste caso vale ressaltar os comentários dos dois extremos; Ferrari e Red Bull.

Para Christian Horn, chefão esportivo que lidera a Red Bull Racing, em nada interfere esta cláusula pois a equipe sempre privilegiou o esporte com a política de “que vença o melhor dentro das pistas”.

Já a polêmica e reincidente postura Ferrari construída na última década que se baseia no “não importa como, nós precisamos é vencer”, tem motivos para celebrar como se fosse uma vitória. E de fato assim é. Stefano Domenicalli, o chefão esportivo da Scuderia Ferrari, declarou abertamente que a decisão foi acertada e que é preciso deixar a hipocrisia de lado. Com isso a Ferrari tem agora total liberdade pra falar pelo rádio “saia da frente”. Inclusive tudo indica que agora os rádios estão mais abertos do que nunca durante as transmissões. É o que diz a FOM (Formula One Management)

Aí eu faço a pergunta que não quer calar: O Massa vai ter alguma chance em 2011?

A resposta pra mim é clara: Agora ele se ferrou de vez. Já era. Sem chances a não ser que os pneus Pirelli façam muita diferença a seu favor, mas aí o Alonso vai achar um caminho durante a temporada e vai se recuperar. Acho que é o fim de Massa na Ferrari. Infelizmente.

Abraços!

😉